LoginLogin
1.989 relógios para "

Rolex GMT-Master II

"
Marca
Modelo
Preço
Diâmetro
Ano
Localização
Leia mais
A sua escolha

A sua escolha

A sua escolha

A sua pesquisa não obteve resultados
A sua escolha

A sua pesquisa não obteve resultados
A sua escolha

A sua pesquisa não obteve resultados
Informações gerais
Tipo de relógio
Referência
Leia mais ...
Novo/usado
Disponibilidade
Sexo
Estado
Leia mais ...
Âmbito de fornecimento
Propriedades e funções
Corda
Material da caixa
Leia mais ...
Mostrador
Leia mais ...
Vidro
Funções
Leia mais ...
Altura
Leia mais ...
Material da luneta
Leia mais ...
Números do mostrador
Impermeável
Leia mais ...
Outro
Leia mais ...
Bracelete
Material da bracelete
Leia mais ...
Largura
Leia mais ...
Cor da bracelete
Leia mais ...
Material do fecho
Leia mais ...
Cancelar

Ordenar por

Rolex GMT-Master II 116748SANR 18K Yellow Gold Diamond Rolex GMT-Master II 116748SANR 18K Yellow Gold Diamond Pronto a expedir R$ 391.189 UK 2014

Volta ao mundo com o Rolex GMT-Master II

Um relógio intemporal para o viajante dos tempos modernos, que atravessa fusos horários sempre com muito estilo. O sistema da luneta rotativa do GMT-Master II e o ponteiro suplementar das horas indicam qualquer zona horária do globo.

Destaques do Rolex GMT-Master II

  • Relógio mundialmente célebre com segundo fuso horário
  • Ideal para viajantes, gestores e políticos
  • Cronómetro superlativo: o calibre de manufactura 3186 equipa os modelos mais recentes
  • Desde 2007 com luneta de cerâmica Cerachrom
  • Disponível com caixa de 40 mm em aço inoxidável, aço/ouro (bicolor), ouro amarelo ou ouro branco

Rolex GMT-Master II: um clássico high-tech

O GMT-Master II é um dos mais célebres relógios da Rolex com segundo fuso horário. Tanto este como o seu predecessor — o GMT-Master — conviveram lado a lado no catálogo da Rolex durante mais de 20 anos. Com a viragem do século, a marca deixou de comercializar o GMT-Master. Cabe, pois, ao modelo automático GMT-Master II assegurar a continuação deste relógio histórico. Atualmente, este instrumento do tempo é um dos mais procurados relógios de coleção da famosa manufactura suíça, a par do Submariner. Com um visual imediatamente identificável pela luneta bidirecional com graduação de 24 horas e o ponteiro suplementar para o segundo fuso horário, este é um relógio com um design canónico que nunca passa de moda. A função GMT é exibida pelo característico ponteiro triangular em combinação com a escala de 24 horas situada na luneta rotativa. Os modelos com luneta bicolor, em que o azul escuro indica a parte noturna e o vermelho indica a diurna, permitem reconhecer facilmente se no outro ponto do globo é dia ou noite, evitando-se interromper o sono de alguém ou possibilitando saber exatamente a hora de funcionamento de certos mercados financeiros.
Atualmente estão disponíveis versões com a luneta de cerâmica em preto e preto/azul, além da lendária “Pepsi” em vermelho e azul —o modelo original concebido pela Rolex para os pilotos da Pan Am na década de 50 (reeditado pela Rolex em 2014 na versão em ouro branco). Outra versão lendária é a “Coke” que combina o preto e o vermelho da famosa marca de refrigerantes na luneta. Esta versão vintage é muito procurada pelos fãs da marca.

Conselhos para a compra de um Rolex GMT-Master II

Se procura um Rolex com segundo fuso horário, o GMT-Master II é o instrumento do tempo perfeito. O quarto ponteiro central, em conjugação com a luneta, indica um segundo fuso horário, permitindo-lhe visualizar a hora atual do seu domicílio e, ao mesmo tempo, a hora local, que é indicada pelos ponteiros convencionais das horas, minutos e segundos. Desde 2007, a Rolex equipa este relógio com um disco Cerachrom, uma cerâmica antirrisco e à prova de raios ultravioleta, disponível em preto ou bicolor (preto e azul ou azul e vermelho). As versões anteriores ostentavam a luneta “Coke”, fabricada em alumínio vermelho e preto. As caixas do relógio e as braceletes são declinadas em materiais como o aço inoxidável, ouro branco ou ouro amarelo. Existem ainda versões bicolores, que aliam o aço ao ouro amarelo. Um GMT-Master II usado e em bom estado de conservação custa cerca de 5.000 euros. Já os exemplares que não foram usados podem alcançar os 6.000 euros. Os modelos bicolores rondam os 9.000 euros e as versões mais luxuosas em ouro maciço alcançam valores de 20.000 euros.

Dicas de compra

  • O preço de entrada das versões em aço ronda os 5.000 euros
  • Variantes em ouro branco e ouro amarelo a partir de 20.000 euros
  • Luneta de cerâmica Cerachrom extremamente resistente aos riscos
  • Alternativas: Omega Seamaster Planet Ocean 600 M GMT, Breitling Chronomat 44 GMT, Panerai Luminor 1950 3 Days GMT Automatic

A conjugação do aço e do ouro

As primeiras versões do GMT-Master eram bicolores ou inteiramente em ouro. O GMT-Master vigente segue esta mesma linha estética e surge com declinações de aço, ouro branco ou ouro amarelo, bem como na mescla de aço e ouro de 18 quilates denominada Rolesor, um elemento característico da Rolex. A manufactura suíça utiliza esta combinação de materiais desde o princípio dos anos 30 e atualmente propõe também modelos em ouro com o mostrador em preto ou verde, combinado com uma luneta de cerâmica preta. A reedição da versão "Pepsi", por exemplo, surge com luneta de cerâmica e uma luxuosa caixa e bracelete em ouro branco de 18 quilates. As versões de aço dispõem de uma luneta preta ou outra que combina os tons azul e preto. O facto de existirem tantos modelos fabricados em ouro não surpreende, dado que a Rolex é a manufactura relojoeira que mais ouro utiliza na produção das suas peças. Sobejamente conhecida pela exclusividade, a marca conta com muitos modelos declinados em materiais preciosos, como é o caso de uma versão do Daytona em platina, o mais nobre dos metais preciosos.

Tecnologia do século XXI

Imune a modas e tendências, a Rolex sempre seguiu o seu caminho no universo da relojoaria, mantendo-se fiel à sua filosofia de evolução na continuidade — sendo esse precisamente o segredo do seu sucesso. No caso do GMT-Master, a Rolex introduziu em 2007 pequenos detalhes que fazem toda a diferença: uma luneta Cerachrom (cerâmica antirrisco e resistente aos raios ultravioleta) que veio substituir a de alumínio usada até então. A elevada resistência aos riscos e a sua leveza são vantagens que melhoram também o desempenho do relógio. Os algarismos da escala e os indexes são fresados na cerâmica e possuem um revestimento em platina ou pó de ouro patenteado pela marca. Inicialmente, a luneta encontrava-se disponível apenas em preto, dado que a combinação das duas cores sobre o disco em cerâmica parecia tecnicamente impossível. Contudo, em 2013, a Rolex apresentou a sua primeira luneta bicolor em Cerachrom, optando por uma combinação de preto e azul, num modelo em aço que ficou conhecido por "Batman". O disco Cerachrom bicolor é obtido através de um procedimento exclusivo e patenteado pela Rolex. Este consiste em moldar a peça de cerâmica numa única cor e modificar a composição química de cada grão no seu estado poroso para que passe à outra cor numa das metades. A superfície é, depois, polida com diamante e a graduação de 24 horas coberta por uma fina camada de platina por deposição PVD.
O interior do GMT-Master II alberga o calibre 3186, alimentado por um rotor de corda automática bidirecional (a cada movimento de pulso, este roda sob o seu eixo e recarrega o relógio, em ambos os sentidos de rotação). Este movimento automático encontra-se, tal como todos os outros dos modelos desportivos da Rolex, protegido por um fundo de caixa aparafusado. É dotado de um balanço que oscila a 28.800 alternâncias/hora e inclui todas as vantagens técnicas da empresa genebrina: inversor de corda do sistema de corda automática específico da Rolex com as suas características rodas vermelhas, que permite ao rotor da corda automática carregar o relógio em ambos os sentidos de rotação; balanço free-sprung Glucydur com sistema de ajuste Microstella: dois pares de parafusos de ajuste situados no interior do balanço variam o momento de inércia do balanço e, em seguida, a sua frequência de funcionamento. Desta forma, são corrigidos eventuais adiantamentos ou atrasos que podem ocorrer na marcha do relógio; espiral Parachrom paramagnética com curva terminal Breguet, fabricada numa liga de zircónio e nióbio, extremamente resistente a oscilações de temperatura e a choques. Como a esmagadora maioria dos movimentos da Rolex, também este é certificado pelo COSC (Contrôle Officiel Suisse des Chronomètres).

Principais características técnicas

  • Calibre de manufactura 3186 com certificado cronométrico
  • Espiral patenteada Parachrom com curva terminal Breguet para um isocronismo perfeito
  • Ajuste fino Microstella
  • Luneta em Cerachrom (cerâmica antirrisco e à prova de raios ultravioleta)

Concebido para pilotos

A Rolex apresentou a primeira geração do GMT-Master em 1955. O modelo original (referência 6542) foi concebido por encomenda da companhia aérea Pan American World Airways (Pan-Am), que precisava de um relógio que permitisse a visualização imediata de dois fusos horários. O relógio foi depois adotado como relógio oficial da companhia de aviação, que encomendou duas versões: uma com mostrador preto para os pilotos e outra com mostrador branco para o pessoal de terra. Os modelos com a referência 6542 são atualmente muito procurados por colecionadores e aficionados da marca, e o seu preço chega a alcançar valores de cinco dígitos.
Em poucos anos, o GMT-Master tornava-se um relógio de crescente popularidade usado não apenas pelos pilotos de aviação civil. O ator Daniel Craig, que usa um Omega Seamaster na série 007, é fã do GMT-Master longe das câmaras. Também Tom Selleck, conhecido pela série televisiva Magnum, confia na precisão deste relógio com segundo fuso horário. O ex-presidente cubano, Fidel Castro, é outro dos grandes admiradores da marca genebrina. A par de um Submariner e de um Day-Date, Castro possui ainda um GMT-Master.
A manufactura suíça apresentou o primeiro GMT-Master II em princípios dos anos 80. Um dos modelos mais populares é o relógio com a referência 16760, também conhecido pelo cognome de "Fat Lady" devido à sua espessura de caixa. Este relógio dispunha de uma luneta em alumínio preta ou na combinação preto/vermelho. O calibre automático 3075 oferecia a possibilidade de ajustar o ponteiro suplementar das horas de forma independente, sem que o ponteiro dos minutos se movesse, bastando puxar uma vez a coroa para se ajustar não só a hora como também a data. Além disso, a Rolex introduziu nesta altura o vidro de safira que veio substituir o Plexiglass. O "Fat Lady" foi comercializado até 1988, sendo posteriormente substituído pelo modelo com a referência 1670. Atualmente, este é um dos modelos mais procurados pelos colecionadores.

GMT-Master II: continuação de uma história de sucesso

O GMT-Master II dá continuidade ao sucesso do modelo histórico com segundo fuso horário, criado em 1955. Originalmente pensado para o uso exclusivo dos pilotos da companhia aérea Pan Am, o GMT-Master acabou por conquistar o público e, em pouco anos, converteu-se no relógio de excelência para muitos outros viajantes, atores, chefes de estado e homens de negócios. O carácter desportivo e elegante bem como a funcionalidade, fiabilidade e robustez tornam este instrumento do tempo um dos mais apreciados pelos colecionadores e amantes da relojoaria de todo o mundo. Materiais como o ouro amarelo e o ouro branco conferem-lhe um aspeto requintado e luxuoso, sendo um investimento sólido a longo prazo.