LoginLogin
4.045 relógios para "

Rolex Oyster Perpetual

"
Marca
Modelo
Preço
Diâmetro
Ano
Localização
Leia mais
A sua escolha

A sua escolha

A sua escolha

A sua pesquisa não obteve resultados
A sua escolha

A sua pesquisa não obteve resultados
A sua escolha

A sua pesquisa não obteve resultados
Informações gerais
Tipo de relógio
Referência
Leia mais ...
Novo/usado
Disponibilidade
Sexo
Estado
Leia mais ...
Âmbito de fornecimento
Propriedades e funções
Corda
Material da caixa
Leia mais ...
Mostrador
Leia mais ...
Vidro
Leia mais ...
Funções
Leia mais ...
Altura
Leia mais ...
Material da luneta
Leia mais ...
Números do mostrador
Impermeável
Leia mais ...
Outro
Leia mais ...
Bracelete
Material da bracelete
Leia mais ...
Largura
Leia mais ...
Cor da bracelete
Leia mais ...
Material do fecho
Leia mais ...
Cancelar

Ordenar por

Rolex Oyster Perpetual Lady DateJust Rolex Oyster Perpetual Lady DateJust
R$ 13.369

Oyster Perpetual: O pilar do sucesso da Rolex

O Oyster Perpetual está na base do sucesso da Rolex e é, ainda hoje, um dos relógios de pulso mais apreciados a nível mundial. Esta peça sóbria e elegante em aço foi o primeiro relógio da história a integrar um rotor automático e uma caixa estanque.

Destaques do Rolex Oyster Perpetual

  • Um dos modelos mais populares da marca da coroa
  • Certificação de precisão cronométrica do COSC
  • O primeiro relógio de pulso absolutamente estanque da história
  • Design elegante e intemporal
  • Sistema de dupla impermeabilidade Twinlock

Design sóbrio e neutro que dá tanto para ele como para ela

A Rolex une no Oyster Perpetual duas invenções históricas da relojoaria. A marca genebrina foi a primeira a apresentar um relógio com uma caixa estanque e o primeiro mecanismo automático com rotor. Atualmente, a maioria dos modelos da Rolex assentam no emblemático Oyster Perpetual.
A mítica caixa Oyster (ostra), lançada na década de 1920, deve o seu nome precisamente à capacidade deste delicioso molusco de fechar a sua concha hermeticamente para resistir às pressões subaquáticas. A Rolex foi pioneira no campo da estanqueidade, tendo apresentado a primeira versão das caixas Oyster em 1926. Um ano depois, o Rolex Oyster acompanhou a inglesa Mercedes Gleitze na sua tentativa de ser a primeira mulher a atravessar o Canal da Mancha a nado. O Oyster provou ser o primeiro relógio absolutamente estanque, emergindo da água gelada 8 horas depois perfeitamente intacto.
A designação “caixa Oyster” é, desde então, um termo consolidado da relojoaria, e nela assentam a esmagadora maioria dos modelos da marca genebrina. A caixa é construída num monobloco de aço que constitui o corpo da peça e apresenta um fundo hermeticamente aparafusado. O fundo possui no rebordo um acabamento canelado que permite que os relojoeiros da Rolex tenham acesso ao mecanismo com uma ferramenta especial.
O modelo base continua a ser ainda hoje um relógio essencial de três ponteiros com segundos centrais. Os vários modelos da coleção diferenciam-se por um número que corresponde ao diâmetro da caixa do modelo em questão, estando disponíveis tamanhos que variam entre os 26 e os 39 mm. A ampla gama do Oyster Perpetual adapta-se tanto a pulsos masculinos como femininos, sendo que os modelos midsize, de 34 e 36 mm, dão tanto para ele como para ela.

Conselhos para a compra de um Rolex Oyster Perpetual

O Rolex Oyster Perpetual é o modelo perfeito para se iniciar no universo da relojoaria de luxo da marca da coroa. É o grande clássico da marca, o pai de todos os relógios Rolex. Robusto e estanque até 100 m, é simultaneamente elegante e desportivo e adequa-se a qualquer ocasião, seja com uma camisola polo ou um fato e gravata. Os modelos com diâmetros de 26 e 31 mm são peças valiosas e elegantes, especificamente para senhora.
Em termos de preço, o Rolex Oyster Perpetual ronda os 5.000 euros. Se optar por um modelo de ouro branco engastado com diamantes, terá de investir mais 3.000 euros. Encontra modelos usados de senhora entre os 1.000 e os 2.000 euros, e modelos masculinos a partir dos 2.000 euros.
Como todas as peças da Rolex, o Oyster Perpetual é um investimento seguro. O Calatrava da Patek Philippe é esteticamente semelhante, embora possua uma caixa em ouro e o seu preço seja mais elevado.

Dicas de compra

  • Modelos Oyster Perpetual usados custam cerca de 5.000 euros
  • Relógios de senhora usados a partir de 1.000 euros
  • Relógios masculinos usados a partir de 2.000 euros
  • Oyster vintage em ouro branco a partir de cerca de 10.000 euros

Movimento automático revolucionário

Em 1931, a Rolex introduziu uma inovação tecnológica, à qual o Oyster Perpetual deve a segunda parte do seu nome. Trata-se do sistema de rotor Perpetual que revolucionou os fundamentos da relojoaria. Este consiste de uma massa oscilante que aproveita a energia cinética do corpo para oscilar e transmitir a energia à mola da corda. Ou seja, com o relógio a ser usado no pulso, a corda é dada através do movimento do braço. Patenteado em 1932, este mecanismo foi um enorme sucesso e mantém-se até aos dias de hoje o pilar de todos os relógios automáticos. O primeiro rotor Perpetual, contudo, era ainda unidirecional e só em 1940 surge o rotor bidirecional (oscila nos dois sentidos). Atualmente, este sistema é usado pela esmagadora maioria das manufacturas relojoeiras.
O aço inoxidável é o grande protagonista dos novos Oyster Perpetual. Tanto a caixa como a bracelete de três elos são fabricados em superaço 904L, um material comprovadamente mais resistente aos riscos e à corrosão. Os Oyster Perpetual das décadas anteriores também estavam disponíveis em ouro.
A coroa, equipada com o sistema de dupla impermeabilidade Twinlock (introduzido em 1953), é firmemente rosqueada na caixa, garantindo uma estanqueidade de até 100 m (10 bar).

Diferentes tamanhos, diferentes calibres

Os diversos tamanhos de caixa disponíveis na coleção Oyster Perpetual obrigam à utilização de calibres diferentes. A versão de 39 mm (referência 114300) é equipada com o calibre 3132, utilizado também no Explorer. O rotor bidirecional permite ao calibre alcançar uma reserva de marcha de 48 horas. Uma das principais características do 3132 é a sua alta precisão. Com um desvio máximo de dois segundos ao dia, este modelo ostenta a certificação de precisão cronométrica atribuída pelo COSC. Além disso, oferece a função de stop-seconds que permite o acerto preciso da hora.
O calibre 3132 vem equipado com a espiral antimagnética Parachrom, fabricada numa liga paramagnética de nióbio e zircónio, que garante um nível de resistência a choques muito superior ao de uma espiral comum. Graças ao sistema antichoque Paraflex desenvolvido pela própria Rolex, o mecanismo encontra-se eficazmente protegido contra choques em situações extremas.
A marca genebrina usa esta mesma espiral nos modelos mais pequenos do Oyster Perpetual. O calibre 2231 que equipa a versão de 26 mm não difere muito do calibre 3132 em termos de precisão ou de reserva de marcha. O calibre 2231 equipa também o modelo do tamanho seguinte de 31 mm.
Os modelos de 34 mm estão disponíveis com ou sem janela de data. A Rolex equipa estes últimos com o calibre 3135, um movimento muito fiável certificado pelo COSC, que alimenta também os modelos de mergulho Sea Dweller 4000 ou Deepsea. As versões sem janela de data são motorizadas pelo calibre 3130.

Estética simples e universal

A janela da data com a típica lente Cyclops não é a única característica extra oferecida no Oyster de 34 mm. Este modelo feminino (referência 115234) é decorado com indexes de diamantes para as horas ímpares, assentando numa caixa de ouro branco combinada com o aço inoxidável 904L. O toque final é dado pela elegante luneta canelada.
Os modelos da coleção Oyster Perpetual primam por um design discreto e elegante e apresentam-se com mostradores de várias cores. Os mostradores de cor verde azeitona, "red grape" (malva) ou champanhe são especialmente requintados, ao passo que os mostradores em tons clássicos como o grafite, o branco ou o azul marinho são mais sóbrios. Os ponteiros finos são revestidos por um material luminescente, permitindo a leitura das horas mesmo na obscuridade. Os índices tipo bastão estão presentes na maioria dos mostradores, embora alguns modelos disponham de algarismos árabes ou romanos. A posição das 12 horas encontra-se reservada para o símbolo da marca: a coroa de cinco pontas.
No que às braceletes diz respeito, a Rolex também não deixa nada ao acaso: a bracelete Oyster de três elos foi introduzida pela Rolex em 1930, e é particularmente resistente e confortável. Esta dispõe de um elo de extensão rápida Easylink, um engenhoso sistema patenteado pela Rolex que permite ajustar facilmente em cerca de 5 mm o seu comprimento, proporcionando maior conforto.
Muitos dos modelos mais famosos da Rolex como o Submariner, o Daytona e o Explorer pertencem à grande família Oyster Perpetual.

Material da caixa

  • Predominantemente em aço 904L
  • Alguns modelos estão disponíveis em ouro branco
  • Modelos vintage em ouro amarelo